No comércio via 'marketplace', o difícil é saber quem realmente fornece o produto

O Globo - 15/03/2019

Tendência de 'shoppings virtuais' se multiplica, mas clientes precisam saber de quem estão comprando no ambiente on-line

Na hora de comprar no marketplace, é preciso ficar atento para saber as reais condições do fornecedor para envio do produto. Foto: Pixabay

Na hora de comprar no marketplace, é preciso ficar atento para saber as reais condições do fornecedor para envio do produto. Foto: Pixabay

RIO - O consumidor entra no site de vendas, faz a compra, mas quando tem problemas com a entrega é direcionado a reclamar com uma segunda loja, que sequer conhecia — a qual é, porém, a real fornecedora do produto. O procedimento tornou-se prática recorrente de sites de compras que atuam no modelo de marketplace — pelo qual uma loja on-line funciona como uma espécie de shopping center virtual que reúne diversos fornecedores em um só lugar.

Esse modelo de venda cresce em escala mundial. No Brasil, só em 2017, as vendas por marketplace movimentaram R$ 8,8 bilhões, o equivalente a 20% do total negociado por todas as lojas virtuais no país.

A falta de informação clara para o consumidor sobre com quem está fazendo negócio é criticada pelo advogado do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Igor Marchetti. Ele ressalta que a informação sobre a venda por parceiros precisa ter destaque, ser clara e de fácil acesso:

— Não pode ser uma informação escondida num canto da página. O cérebro lê em diagonal, se está fora desse campo de visão, não é para ser visto.

Não à toa, diz Marchetti, os consumidores sempre recorrem à plataforma principal do marketplace quando têm problema. E, pelo Código de Defesa do Consumidor, a responsabilidade da venda é, de fato, compartilhada. Ou seja, a loja que intermediou a compra também é responsável por qualquer problema.

O advogado Felipe Brandão, secretário-executivo da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net), recomenda que a informação sobre as condições do negócio sejam explícitas:

— O cliente tem que saber que aquele produto é vendido por parceiro e que frete e prazo de entrega dependem da localização do centro de distribuição desse fornecedor para poder fazer uma compra consciente.

Fale conosco!

Tem alguma pergunta? nos envie uma mensagem.