O que é TMS

TMS (Transportation Management System), conhecido como Sistema de Gerenciamento de Transporte ou ainda Sistema de Gestão de Transporte e Logística.

Ilustração de TMS

O que é TMS - Sistema de gerenciamento de transporte?

TMS (Transportation Management System), conhecido como Sistema de Gerenciamento de Transporte ou ainda de Gestão de Transporte e Logística, é um software para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este sistema permite controlar toda a operação e gestão de transportes de forma integrada. O sistema é desenvolvido em módulos que podem ser adquiridos pelo cliente, consoante as suas necessidades. Este sistema controla os processos de um transportador, abrangendo as áreas comerciais, operacionais, sac, seguros, faturamento, financeira e logística. Um TMS visa ser integrado com um sistema de ERP, desta forma ao emitir um CT-e ou NFS-e, por exemplo, a integração financeira, fiscal e contábil ocorrerá automaticamente

O sistema tem como finalidade identificar e controlar os custos inerentes a cada operação, sendo importante identificar e medir os custos de cada elemento existente na cadeia de transporte, a qual envolve não só o veículo em si, mas também a gestão dos recursos humanos e materiais, o controle das cargas, os custos de manutenção da frota e índices de discrepâncias nas entregas, bem como as diversas tabelas de fretes existentes (peso, valor, volume) apresentando o modelo que melhor se ajusta.

Algumas funcionalidades de um TMS

  • ação
  • Suprimentos
  • Controle de fretes de terceiros
  • Operação
  • Faturamento do transporte
  • Custos
  • Controle de Manutenção de Frota
  • Controle de Estoque
  • Planejamento
  • Rastreamento
  • Expedição
  • Auditoria de Frete
  • Custos
  • Análise de Rentabilidade
Veja também Conheça o e-cargo da Signa. A melhor solução em TMS

vantagens

Um TMS permite obter o custo mínimo de operação, pois permite visualizar e controlar todos custos inerentes à gestão de transporte, controlar a qualidade dos serviços realizados interna e externamente ou por terceiros e estabelecer metas de qualidade conforme as necessidades. Também aumenta a disponibilidade da frota, prevendo possíveis problemas que possam ocorrer nas partes mecânica e eléctrica do veículo e informações detalhadas e de fácil acesso que permitem uma rápida tomada de decisão.

Para se ter uma ideia da importância da aplicação do TMS dentro de uma empresa é preciso saber quanto representa o custo do transporte. Numa indústria, o custo do transporte é, em geral, o segundo maior, ficando apenas atrás do custo de produção. Os encargos com o transporte variam entre 1/3 e 2/3 do total dos custos logísticos que englobam abastecimento, movimentação, armazenagem e distribuição.

MARQUES (2002) afirma que a gestão de transportes é parte essencial de um sistema logístico. É a atividade responsável pelos fluxos de matéria prima e produto acabado entre todos os elos da cadeia logística. Utiliza grande número de ativos, que se encontram dispersos geograficamente, o que torna a gestão de transportes ainda mais complexa. A alta complexidade gerencial, intensa utilização de ativos e a gestão sob um grande fluxo físico de produtos torna o transporte a maior conta individual de custos logísticos, que varia entre 1/3 (um terço) e 2/3 (dois terços) do total dos custos logísticos das empresas. Desta forma, um bom gerenciamento de transportes pode garantir melhores margens para a empresa, através de reduções de custos e/ou uso mais racional dos ativos, e um bom nível de serviço para os clientes, através do aumento da disponibilidade de produtos, reduções nos tempos de entrega, entre outros benefícios.

Na gestão de transportes existem decisões a serem tomadas em três níveis na qual podemos citar nível operacional, nível tático e nível estratégico. O TMS visa auxiliar no planejamento, execução, monitoramento e controle das atividades relativas a consolidação de carga, expedição, emissão de documentos, entregas e coletas de produtos, rastreabilidade da frota e de produtos, auditoria de fretes, apoio à negociação, planejamento de rotas e modais, monitoramento de custos e nível de serviço, e planejamento e execução de manutenção da frota.

Conclusão

Um TMS é uma solução para três grandes grupos de empresas:

  • - Empresas de transporte (transportadoras, operadores logísticos)
  • - Empresas que usam transporte próprio como apoio ao seu negócio
  • - Empresas que utilizam transportes de terceiros.

O custo de um TMS varia de acordo com as necessidades da empresa e a sua área de atuação, já que os módulos são independentes. É interessante lembrar que se pode encontrar uma variedade de soluções no mercado, sendo necessário avaliar a real necessidade de determinados recursos disponíveis nos programas de TMS. Um TMS é uma solução que, se for bem implementada, proporciona economias e maior controle dos recursos materiais, humanos e monetários na gestão do transporte, reduzindo, assim, os custos logísticos relacionados com o transporte, o qual representa uma parcela significativa de custos dentro da cadeia logística. É conveniente entender que o TMS pode (e deve) ser integrado a ERP, CRM e outros módulos que otimizam o processo empresarial. O TMS também pode ser utilizado por Embarcadores para fins de auditoria de frete dos transportes contratados e ainda para a apuração da performance das entregas.

Fonte: Wikipedia

Rodapé site Signa

logo signa

Entre contato com a signa

Endereço Rua Teixeira da Silva, 660 11° andar cj. 113 - Paraíso - São Paulo  - SP | CEP: 04002-909

Contato (11) 3466.5200

Email comercial@signainfo.com.br

Redes sociais Signa

Siga-nos Instagram Signa Instagram Signa Instagram Signa Instagram Signa Instagram Signa

Signa Consultoria - Todos Direitos Reservados